Periodontia e Implantes Dentários

Informações ao Paciente

Como funciona o tratamento periodontal moderno?

Na Odontologia atual, toda conduta clínica deve estar baseada nas melhores evidências. Partindo desta condição, o tratamento periodontal moderno considera o controle de todos os fatores relacionados ao desenvolvimento das doenças periodontais. Está bem documentado que o agente causador das doenças periodontais (gengivites e periodontites) é a placa bacteriana. Assim, o tratamento baseia-se, essencialmente, na adequação das medidas de higiene bucal e na remoção da placa bacteriana. A placa bacteriana é hoje entendida considerando-se em um conceito de biofilme. Biofilmes são estruturas altamente organizadas que, entre outras particularidades, apresentam mecanismos de defesa contra agentes antimicrobianos (ex.: antibióticos). Assim, atualmente, a única forma de se combater a placa bacteriana é através da remoção mecânica, realizada pelo paciente e pelo profissional.

Em suma, o tratamento periodontal baseia-se na adoção de uma adequada higiene bucal realizada pelo paciente, em conjunto com a atuação do profissional na remoção da placa bacteriana (biofilme), conferindo o controle da infecção periodontal. Adicionalmente, os demais fatores relacionados são abordados, considerando as características de cada paciente.

Um tratamento periodontal completo deve contemplar as seguintes fases:

- Exame: o profissional realiza a coleta de dados importantes relacionados à saúde do seu paciente e procede o exame clínico, especificamente o exame periodontal, no qual parâmetros importantes para o diagnóstico e plano de tratamento são coletados.

- Remoção dos fatores retentivos de placa e instrução de higiene bucal: nesta fase, o profissional realiza a remoção de todos os fatores que impedem a realização de uma correta higiene bucal (cálculo dental/tártaro; restaurações mal-adaptadas). Posteriormente, realiza a adequação das técnicas de higiene bucal, considerando as particularidades do paciente.

- Raspagem subgengival (RASUB): realiza-se a remoção da placa bacteriana (biofilme) e do cálculo subgengival, sob anestesia local. Esta fase normalmente é realizada em várias sessões, dependendo da dificuldade do tratamento. É interessante observar que cirurgias periodontais são muito raras nesta fase do tratamento, ficando reservadas a casos muito particulares.

- Reavaliação: os parâmetros periodontais são reavaliados, no sentido de verificar o resultado do tratamento. Nesta fase, determina-se a necessidade de nova intervenção ou não. Em alguns casos, cirurgias periodontais podem ser necessárias em locais específicos. Outros casos podem necessitar intervenção nas medidas de higiene bucal ou em algum hábito do paciente. Quando os parâmetros clínicos revelam uma condição de saúde periodontal, o paciente deve ser submetido a um regime de manutenção periodontal.

voltar

Equipe

Conheça nossos profissionais!

saiba mais

Estrutura

Veja o que você vai encontrar!

saiba mais

Especialidades

Conheça nossas
áreas de atuação.

saiba mais